sábado, 11 de setembro de 2010

Oficina geogrefia Afrobrasileira

COORDENAÇÃO COLEGIADA
FEDERBA - Fórum Permanente de Educação e Diversidade Étnico Racial - BA
Para implementação da Lei 10.639/03
Tels (71) Milena Nascimento 87161336/ Ademario Sena 99168958 / Zeny Silva 87745305 / Kleber Rosa 81457150.
Blog: http://federba.blogspot.com /
E-mail: fórum.diversidade.ba@gmail.com



Apresentação

O Projeto Geografia Afro-Brasileira: Educação e Planejamento do Território tem, como principal objetivo, caracterizar e interpretar espacialmente as estruturas existentes na formação do Brasil e da sua população, tomando como referência os aspectos geográficos da herança africana no território brasileiro. A premissa é ampliar as informações, a discussão e fornecer elementos para o conhecimento do espaço brasileiro na perspectiva das matrizes oriundas da África. O Projeto tem um plano de atividades e fases preconizadas e as Oficinas Itinerantes constituem um dos seus principais componentes.

Justificativa

A Oficina Temática: A África, o Brasil e os Quilombos – Heranças Geográficas, busca trazer elementos para colaborar na construção de uma outra, territorialidade da população de matriz africana brasileira, a partir de “ferramentas educacionais” onde o/a professor/A dos distintos níveis formais de ensino possam alterar suas práticas no processo de transmissão dos conteúdos de Geografia e de História (do Brasil e da África), assim como de questões afro-brasileiras. Utiliza, como instrumento básico de trabalho, os recursos das imagens cartográficas e fotográficas, pela sua possibilidade de ser eficiente na transmissão de conteúdos historiográficos e contemporâneos. Por outro lado, as demandas para compreensão das complexidades da dinâmica da sociedade são grandes e existem poucas disciplinas mais bem colocadas que a geografia e a cartografia para explicar as inúmeras indagações do que aconteceu, do que está acontecendo e do que pode acontecer no espaço geográfico. Dessa forma, o objetivo básico desta oficina, é realizar um programa de educação, de aspectos fundamentais da Geografia Afrobrasileira junto a: professores/as, estudantes no final da Graduação, Pós-Graduandos (se for pertinente, poderão se inscrever lideranças comunitárias e representantes de entidades afrobrasileiras) em algumas capitais brasileiras de relevância no registro de territórios quilombolas contemporâneos e de contingente demográfico significativo de matriz africana.

Construção do Evento
Nádia Cardoso (SEC – Coordenadora da Coordenação de Educação para as Relações Étnico Raciais e Diversidade),
Jaqueline Santana, Carla Lemos, Vilma Bomfim (SEC/CERERD)
Ademàrio Sena (`prof da rede estadual de ensino e coordenador estadual do FEDERBA)
FÓRUM PERMANENTE DE
EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE ETNICORRACIAL DA BAHIA

Projeto Geografia Afro-Brasileira:
Educação e Planejamento do Território
Expositor (Prof Rafael Sanzio)


A irmandade da Boa Morte exemplo de Resistência

Data: 13 a 18 de setembro de 2010 – 8:00h às 12:00h e 14:00h às 18:00h
Local: Universidade Estadual da Bahia
Rua Estrada das Barreiras – Dept° de Educação sala 01, bairro do Cabula – Salvador - Bahia
Contatos: 71-3115-1413 /711-3115-1310 (Nádia, Jaqueline, Vilma - SEDUC) - Ademário Sena (Federba71 -9916-8958)

e-mail: forum.diversidade.ba@gmail.com
http://federba.blogspot.com/
Objetivos
- Contribuir efetivamente com informações sistematizadas para trazer à luz uma África e um Brasil como entidades históricas;
- Divulgação e estímulo para a elaboração de material didático com indicações para o/a professor/a alterar sua prática no processo de ensino e aprendizagem nos conteúdos de Geografia (do Brasil e da África).

Conteúdos Programáticos
Módulo I – Nivelamento da turma sobre conceitos geográficos e cartográficos;
Módulo II – Trabalho com os dez eixos temáticos do material didático de referência/Preparação de um roteiro de aula consubstanciado (início, meio e fim e os matérias e estratégias de ensino);
Módulo III – Elaboração de um trabalho final sobre os sítios e referências dos quilombos contemporâneos na sua região e/ou estado.
SUPERINTENDENCIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA- SUDEB
DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E SUAS MODALIDADES – DIREM

COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO PARA AS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS E DIVERSIDADE

Salvador, setembro de 2010.



Tendo em vista a realização da Oficina temática “Projeto Geografia Afro-Brasileira: Educação e Planejamento do Território”, de autoria do Prof. Dr. Rafael Sanzio (UNB), entre os dias 13 a 18 de setembro de 2010, das 08:00 às 17:30 h, na Sala 01 do Departamento de Educação do Campus I da Uneb, cito a Estrada das Barreiras, no Bairro do Cabula (Salvador-BA),. Temos a Honra de convidar: professores, coordenadores, estudantes, Quilombolas e a comunidade

Informamos que será disponibilizado material didático e certificado de participação de 40 horas.
Agradecemos, antecipadamente, sua colaboração e participação.


Atenciosamente,



Prof. Jaqueline Santana
Técnica SEC-Ba- Coordenação de Educação das Relações Étnico-raciais e Diversidade

Prof. Ademário Sena
Professor da rede estadual de Ensino / Coordenador Estadual do FEDERBA



FORUM DE EDUCAÇÃO PERMANATNTE E DIVERSIDADE ETNICO RACIAL BAHIA PARA IMPLEMENTAÇÃO DA LEI 10.639/2003

PROJETO GEOGRAFIA AFRO-BRASILEIRA:
EDUCAÇÃO & PLANEJAMENTO DO TERRITÓRIO
cartografia@unb.br / www.unb.br/ih/ciga


FICHA DE INSCRIÇÃO



NOME:__________________________________________________________________

FORMAÇÃO PROFISSIONAL: ___________________________________________

INSTITUIÇÃO:__________________________________________________________

ENDEREÇO COMERCIAL:_______________________________________________
________________________________________________________________________


ENDEREÇO RESIDENCIAL:______________________________________________
________________________________________________________________________

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL:__________________________________________
________________________________________________________________________

E-mail/ TEL. / FAX.:______________________________________________________


EXPRESSE O MOTIVO DO SEU INTERESSE NA OFICINA EDUCACIONAL:
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Oficina Temática: A África, o Brasil e os Quilombos – Heranças Geográficas do Projeto Geografia Afro-Brasileira: Educação e Planejamento do Território

Acontecerá no Campos da UNEB -- Estradas Barreiras Cabula, Deptº de Educação Sala 01 em Salvador - Bahia
Oficina Temática: A África, o Brasil e os Quilombos – Heranças Geográficas do Projeto Geografia Afro-Brasileira: Educação e Planejamento do Território – Com o Professort Rafael Sanzio UNB
Período de 13 à 18 de setembro de 2010
Horário das 08hs ás 18 hs.
Obs.: O almoço correrá por conta de cada participante
Solicitamos de todos a divulgação, as últimas inscrições ainda podem ser feitas pelo telefone da Secretaria estadual de Educação (71) 3115-1413 0u 1310, os participantes receberão certificado

SUPERINTENDENCIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA- SUDEB
DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E SUAS MODALIDADES – DIREM

COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO PARA AS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS E DIVERSIDADE

Salvador, 09 de setembro de 2010.



Tendo em vista a realização da Oficina temática “A África, o Brasil e os Quilombos – Heranças geográficas”, de autoria do Prof. Dr. Rafael Sanzio (UNB), entre os dias 13 a 18 de setembro de 2010, das 08:00 às 17:30 h, na Sala 01 do Departamento de Educação do Campus I da Uneb (Salvador), vimos, por meio desta, disponibilizar 10 (dez) vagas para serem destinadas a docentes dessa instituição.

Informamos que será disponibilizado material didático e certificado de participação de 40 horas.
Agradecemos, antecipadamente, sua colaboração.


Atenciosamente,



Prof. Jaqueline Santana
Técnica SEC-Ba- Coordenação de Educação das Relações Étnico-raciais e Diversidade

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

O Programa Um Computador por Aluno - PROUCA, tem como objetivo ser um projeto Educacional utilizando tecnologia, inclusão digital e adensamento da cadeia produtiva comercial no Brasil. Chega ao subúrbio de Salvador ao Colégio estadual Lindembergue Cardoso no bairro do Rio Sena em 27.08.2010






Programa Um Computador por Aluno - PROUCA, chega ao Colégio Estadual Lindembergue Cardoso






Programa Um Computador por Aluno - PROUCA
Objetivos - O Programa Um Computador por Aluno - PROUCA, tem como objetivo ser um projeto Educacional utilizando tecnologia, inclusão digital e adensamento da cadeia produtiva comercial no Brasil.
Quando começou? -

O projeto OLPC foi apresentado ao governo brasileiro no Fórum Econômico Mundial em Davos - Suíça, em janeiro de 2005. Em junho daquele ano, Nicholas Negroponte, Seymour Papert e Mary Lou Jepsen vieram ao Brasil especialmente para conversar com o presidente e expor a idéia com detalhes. O presidente não só a aceitou, como instituiu um grupo interministerial para avaliá-la e apresentar um relatório.

Após reuniões com especialistas brasileiros para debates sobre a utilização pedagógica intensiva das TIC (Tecnologias da Informação e Comunicação) nas escolas, foi formalizada uma parceria com a FacTI (Fundação de Apoio à Capacitação em Tecnologia da Informação) – FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos) para a validação da solução da Organização OLPC, proposta originalmente pelo MIT.

Em Fevereiro de 2006 a FacIT chamou mais três instituições para integrar o grupo técnico e fazer um estudo sobre a solução OLPC:

* CenPRA – Centro de Pesquisa Renato Archer;
* CERTI – Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras e
* LSI – Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico.

Durante o ano de 2007 foram selecionadas 5 escolas, em cinco estados, como experimentos iniciais, em São Paulo-SP, Porto Alegre-RS, Palmas-TO, Piraí-RJ e Brasília-DF.
Como funcionará? -

Em Janeiro de 2010 o consórcio CCE/DIGIBRAS/METASYS foi dado como vencedor do pregão nº 107/2008 para o fornecimento de 150.000 laptops educacionais a aproximadamente 300 escolas públicas já selecionadas nos estados e municípios.

Cada escola receberá os laptops para alunos e professores, infraestrutura para acesso à internet, capacitação de gestores e professores no uso da tecnologia.

Seis municípios serão atendidos como UCA Total, onde todas as escolas serão atendidas pelo projeto.
UCA Total -

Por iniciativa dos governos Federal, Estaduais e Municipais, o projeto será replicado em seis municípios brasileiros, que terão todas as suas escolas atendidas, onde são chamadas de UCA Total. Os municípios selecionados são:

* Barra dos Coqueiros/SE;
* Caetés/PE;
* Santa Cecília do Pavão/PR;
* São João da Ponta/PA;
* Terenos/MS;
* Tiradentes/MG

GTUCA -

GTUCA - Grupo de trabalho do Programa UCA.

O grupo é formado por especialistas no uso de TICs (Tecnologia da Informação e Comunicação) na educação. Para execução do projeto dividiu-se em três frentes:

* GT Formação;
* GT Avaliação e;
* GT Pesquisa.